Ainhoa Linaza

A elegância, a força e a paixão mais pura juntam-se neste percurso pela sinfonia da dança popular, o flamenco e a dança académica e culta com o som da violão, a percussão e o canto ao vivo.

FORMAS DE LA DANZA ESPAÑOLA | Ainhoa Linaza
Flamenco ao vivo | 21:30h – Cineteatro Camacho Costa

Ainhoa Linaza – Dança
Jacob Quirós – Canto
El Trini  – Canto
Antonio Españadero – Violão
Isa Muñoz – Palmas

Começa os seus estudos na dança espanhola com 5 anos. Aos 12 anos realiza os primeiros exames de ACADE em Madrid.

Aos 16 anos muda-se para Málaga, e ali continua na modalidade de “Dança Espanhola” no Conservatório Profissional de Dança. Nesta altura, participa com o seu grupo no Concurso Coreográfico da Andalucía e ganha o Primeiro Prémio da Provincia de Málaga, e o Terceiro da Andalucía, por dois anos.
Com 19 anos traslada-se para o Conservatório de Dança “Fortea” de Madrid, onde obtém o Grado Profissional de Dança Espanhola. E dois anos mais tarde, começa o Grado de Pedagogia da Dança no Conservatório Superior de Dança de Madrid “María de Ávila”. Nesta altura, continua a sua formação com profissionais do mundo do flamenco como Antonio Canales, Óscar Jiménez, Marco Flores, Alfonso Losa, Daniel Doña ou Olga Pericet.

Converteu-se em bailarina de flamenco da Companhia de Chema Reyes, e participou em vários procjetos com a Companhia de Joaquín Cortés e a Companhia do Conservatório Superior de Dança, numa homenagem a Lola Flores “Lola, Lolita, Dolores”.
Actualmente, combina o seu trabalho na Pedagogia da Dança no Real Conservatório de Dança de Madrid “Mariemma”, e nas aulas do espaço cultural do porto de Málaga, Artsenal, com actuações de flamenco nos espaços mais importantes da Andalucía, como a “Peña Flamenca de Córdoba”.
Em 2015 foi finalista no Concurso “Jóvenes Flamencos, Desencaja”.

O Festival de Dança Espanhola é uma organização da ODEMIRA-TE – Associação Cultural e Artística de Odemira em parceria com o Município de Odemira.